Thrillers From 2018 Only

Featured

Mas, antes de começar, você precisa ter em mente esses 4 pontos:

1- Saber o valor de compra do produto;

2- Saber o preço da concorrência;

3- Identificar as despesas fixas;

4- Saber as comissões e deduções (custos variáveis).

São eles que vão determinar o valor final do seu produto! Agora, vamos aos passos… Confira:

1º Passo: Guarde o valor de compra do seu produto em uma planilha, tenha tudo anotado para não esquecer! Depois, pense: qual é o preço que você precisa colocar no produto para que ele pague as despesas fixas e ainda dê lucro?

2º Passo: analise os preços da sua concorrência e descubra o valor que eles estão vendendo o produto para ter uma média de mercado.

3º Passo: Some os valores de todas as suas despesas fixas (contas de luz, internet, mensalidades de ferramentas, de telefone, etc).

4º Passo: Aqui, você tem que somar todos os valores de custos variáveis.

Por exemplo, se você vende em marketplaces, é necessário pagar uma comissão por venda que pode variar.

Então, vamos supor que o valor do seu produto é 50 reais e o seu concorrente vende por 100 reais. Isso não significa que, se você também vender a 100 reais, terá 100% de lucro.

Na verdade, 50% é do valor do produto, 25% serão de todos os custos variáveis que você calculou e os 25% restantes são a Margem de Contribuição. Essa Margem de Contribuição serve para pagar as suas despesas fixas!

Agora suponha que a sua Despesa Fixa é no valor de 1000 reais. Quanto você precisa faturar para conseguir pagar as suas despesas fixas, o fornecedor e os custos variáveis? A conta é a seguinte: divide esses 1000 reais de despesa fixa por 25 e multiplica por 100.

Resultado final: 4000 reais de faturamento. Quer comprovar o resultado? Faça a prova real: 50% para o fornecedor: 2 mil. 25% para despesas fixas: 1 mil. 25% para custos variáveis: 1 mil.

Assim você começa um negócio sem ter prejuízo e também já sabe qual é a meta que você precisa atingir para isso. Se você quiser vender o produto mais barato para ser mais competitivo no mercado, também trouxemos um exemplo para este caso: Vamos supor que você não quer vender por 100 reais, mas por 80 reais.

O valor do fornecedor é o mesmo, 50 reais. Isso é equivalente a 62,5% dos 80 reais. O valor das comissões é o mesmo, equivalente a 25% do valor. E como o valor de venda do produto é menor, a margem de contribuição também vai diminuir para 12,5%.

Neste caso, o valor das despesas fixas é de 5 mil reais. Quanto você precisa faturar para conseguir pagar as suas despesas fixas, o fornecedor e os custos variáveis? A conta é a seguinte: divide 5000 reais de despesa fixa por 12,5 de margem de contribuição e multiplica por 100.

Resultado final: 40 mil reais de faturamento.

E o lucro, onde fica nessa história? Suponhamos que você queira lucrar 5 mil reais. Você vai somar o valor desse lucro, mais o valor das despesas fixas, que, no caso, é 5 mil reais.

Total: 10 mil reais. Quanto você precisa faturar? O cálculo é o seguinte: divide 10 mil por 12,5 e multiplica por 100.

Resultado final: 80 mil reais de faturamento.

Será que ainda tem espaço para vender no Mercado Livre em 2022? Diante do crescimento das vendas online, onde todo mundo está oferecendo algo, o que realmente vale a pena? Neste vídeo Gabriel Bollico te explica!

⏱ TIMESTAMP:

00:00 - Introdução

00:50 - 1. Influenciadores digitais

02:19 - 2. Consultor de negócios

03:34 - 3. Gestor de tráfego

04:31 - 4. Programa de afiliados

05:55 - 5. E-commerce

00:50 - 1. Influenciadores digitais

A profissão de digital influencer está ganhando cada vez mais espaço no mercado e nas redes sociais, sendo uma das grandes tendências para 2022. Trabalhar como influenciador não significa que você precise ter milhões e milhões de seguidores no seu Instagram, por exemplo. Na verdade, dá para começar a trabalhar com isso a partir de alguns milhares. O grande diferencial aqui é conquistar um público bem fiel e engajado às suas redes sociais.

02:19 - 2. Consultor de negócios

Prestar consultoria também é uma forma de ganhar dinheiro em 2022. Para isso, você precisa ser especialista em um determinado assunto, como e-commerce ou marketing digital, por exemplo. Tendo esse conhecimento aprofundado e sabendo transmitir e aplicar isso para outros negócios, você estará apto para prestar consultoria para diversas empresas.

03:34 - 3. Gestor de tráfego

O gestor de tráfego é aquela pessoa que cria publicidades e anúncios pagos para atrair visitantes para um determinado site ou loja virtual. Poucas pessoas possuem a qualificação e o conhecimento necessário para atuar nessa profissão e, por isso, ela está cada vez mais valorizada no mundo dos negócios. Para atuar nessa área, existem várias formações pela internet que podem te ajudar nesse desafio.

04:31 - 4. Programa de afiliados

Os afiliados são como representantes de vendas de uma determinada empresa ou produto. Ou seja, essa pessoa fará toda a divulgação para uma marca e, em troca disso, receberá uma comissão em cima da quantidade vendida com o seu próprio link de afiliado. Para ser bem sucedido, esse profissional precisa ter uma boa gestão de tráfego e uma boa audiência.

05:55 - 5. E-commerce

E a última ideia de negócio online para começar em 2022 é o e-commerce, ou seja, abrir a sua própria loja virtual e vender produtos através da internet. O e-commerce foi o segmento que mais cresceu no Brasil nos últimos anos e ainda que represente só 10% das vendas do varejo, as expectativas para os próximos anos são muito promissoras. Olhando para outros países, como China e Estados Unidos, temos a noção do quanto ainda temos para crescer dentro do e-commerce. E, se você quiser começar hoje já criando a sua própria loja virtual, clique no primeiro link que deixamos no início da descrição!

Featured

TIMESTAMP:

00:00 - Introdução sobre como fazer a copy certa

00:24 - 1. Tenha um objetivo definido

01:48 - 2. Tenha clareza na sua comunicação

02:23 - 3. Conheça seu público

03:32 - 4. Crie conexão emocional

04:12 - 5. Use gatilhos mentais

04:58 - 6. Crie um bom título

05:08 - 7. Lembre-se do CTA

05:51 - 8. Use verbos de ação

05:59 - 9. Traga dados de números e pesquisas

06:28 - 10. Use a técnica do storytelling

06:54 - 11. Enfatize o tópico principal

00:24 - 1. Tenha um objetivo definido

Qual é a finalidade da sua campanha ou ação? Qual é o caminho que você quer que o cliente percorra para chegar até a venda? Tendo essas duas perguntas respondidas, será muito mais fácil construir a sua copy focada nesse objetivo principal.

01:48 - 2. Tenha clareza na sua comunicação

Deixe tudo o mais simples possível, evitando uma linguagem técnica quando for descrever o seu produto ou aquele discurso vendedor demais. Tenha certeza de que a mensagem que você quer passar está, de fato, chegando até o cliente.

02:23 - 3. Conheça seu público

Quem quer falar com todo mundo, acaba não falando com ninguém. Faça enquete, envie pesquisar, use os dados que o seu Instagram ou site te fornecem e vai mapeando exatamente quem são essas pessoas que você quer se comunicar e vender.

03:32 - 4. Crie conexão emocional

Para isso, técnicas como o rapport podem ajudar muito nesse ponto. No mundo dos negócios, essa técnica é muito usada para conquistar e fidelizar clientes, por meio de estratégias simples como personalizar a mensagem chamando a pessoa pelo nome.

04:12 - 5. Use gatilhos mentais

Os gatilhos mentais funcionam como mecanismos para incentivar o cérebro humano a ter uma determinada ação. Para isso, recursos como reciprocidade, autoridade, escassez e aprovação social pode ser aquele gancho que falta para o seu cliente concluir a ação que você deseja.

04:58 - 6. Crie um bom título

Pense que ele é o primeiro contato que o seu leitor vai ter com o resto do conteúdo. Por isso, você precisa chamar a atenção com ele. Seu título precisa ir direto ao ponto e deixar claro sobre qual assunto aquele conteúdo vai tratar.

05:08 - 7. Lembre-se do CTA

Além disso, também é fundamental deixar claro para quem está lendo qual é o próximo passo a ser tomado a partir dali. Para isso, usamos dentro da copy uma chamada para ação.

05:51 - 8. Use verbos de ação

O principal objetivo do copywriting não é fazer com que um potencial cliente siga uma ação definida por você? Então, usar os verbos no imperativo (“veja aqui”, “clique para saber mais”, “inscreva-se agora”) ou no infinitivo (“assistir ao vídeo”, “conferir o e-book”) é a melhor forma de indicar para ele qual vai ser esse próximo passo.

05:59 - 9. Traga dados de números e pesquisas

Se o objetivo do seu texto é comprovar uma informação, mostre indicadores e pesquisas que tragam isso para a realidade, que materializam aquilo que você está comunicando.

06:28 - 10. Use a técnica do storytelling

Essa estratégia é uma das formas mais eficientes de atrair e engajar o seu público, já que, quando você conta uma história, você pode despertar emoções e memórias em quem está lendo ou escutando aquela informação. Quer saber mais sobre assunto, confira o nosso vídeos sobre storytelling: https://www.youtube.com/watch?v=udGJz...

06:54 - 11. Enfatize o tópico principal

Por fim, a última dica é: reforce a mensagem mais importante do seu texto. Isso faz toda a diferença para gravar a mensagem na cabeça do cliente e pode ser mais um gancho para a conversão.

Se a sua empresa ainda não está no Google, você está perdendo vendas! Faça uma busca breve por seu produto ou serviço e veja quantos concorrentes aparecem nas primeiras posições. Esses concorrentes fazem vendas que poderiam ser suas. Com este vídeo você irá aprender a como dar o primeiro passo, e começar a anunciar no Google, com um tutorial completo de como criar uma campanha no Google Ads. Você vai aprender a criar uma campanha do zero, entender as configurações da plataforma, definir o nome do grupo de anúncios e muito mais. Este é um vídeo que pode te ajudar a mudar o rumo do seu negócio!

A estratégia omnichannel tem conquistado cada vez mais clientes. Mas você sabe o que é omnichannel?

Basicamente, omnichannel é uma estratégia de integração dos canais de venda, atendimento e/ou marketing de uma empresa.

O termo omnichannel significa “todos os canais”. Para começar uma estratégia de omnichannel no varejo, é necessário muito estudo de como seus processos estão estruturados, observação de cases e pesquisas junto ao público para entender seus canais de preferência.

Se você quer saber como fazer tudo isso, Samuel Gonsales, especialista em omnichannel da Millennium, faz uma reflexão sobre o que significa ser omnicanal e cita casos de sucesso muito interessantes no vídeo. É só dar o play!

Neste bate-papo vamos falar sobre os principais erros de precificação que as empresas cometem na Black Friday, o que entra e o que não entra dentro da formação de preços, sintomas comuns de uma precificação errada e claro, dicas práticas que você deve seguir! Quer saber como precificar um produto? Confira essa conversa!

JD.com é um dos maiores varejistas da China, online e offline.

Com mais de 300 milhões de clientes, eles tem uma vasta rede de armazéns e estações de entrega, e entregam a maioria dos pedidos em menos de um dia.

Este vídeo é um projeto do primeiro centro de distribuição de e-commerce totalmente automatizado do mundo, onde um sistema de máquinas automatizadas, robôs e veículos autônomos trabalham para selecionar e embalar pedidos.

TIMESTAMP:

00:00 - Introdução e apresentação Douglas Souza

00:40 - Como funciona o dropshipping?

01:55 - 1. Escolha do nicho de mercado

02:47 - 2. Escolha dos fornecedores para vender sem estoque

04:37 - 3. Criação da loja virtual

05:38 - 4. Prazos e Política de Troca e Devolução bem esclarecidos

07:25 - 5. Acompanhamento de todos os pedidos

07:46 - 6. Bom atendimento ao cliente

00:40 - Como funciona o dropshipping?

Dropshipping nada mais é do que montar uma loja virtual e vender produtos sem ter a necessidade de mantê-los em um estoque físico. Assim, você envia todos os pedidos para o seu fornecedor e ele é quem vai fazer a entrega da mercadoria diretamente para o consumidor final.

01:55 - 1. Escolha o nicho de mercado

Uma boa dica para quem está começando a trabalhar com dropshipping é montar um e-commerce mais genérico, em que você consiga atuar com vários nichos ao mesmo tempo. Com isso, você vai poder perceber quais deles dão mais certo para o seu público e quais tipos de produtos têm mais saída em vendas.

02:47 - 2. Escolha dos fornecedores

Existem muitos fornecedores de dropshipping, mas você precisa estar atento aos que realmente têm uma logística muito boa e, ao mesmo tempo, produtos de qualidade. Para fazer essa escolha, entenda a quantidade de pedidos que esse fornecedor já fez para um determinado tipo de produto (no mínimo, entre 500 e 1000 pedidos). Além disso, considere as avaliações que ele já recebeu até ali.

04:37 - 3. Criação da loja virtual

Hoje em dia, qualquer pessoa consegue criar a sua própria loja virtual de maneira simples e intuitiva. Basta contar com uma plataforma de e-commerce que te ajude nesse processo, como a Allomni E-commerce Partner

05:38 - 4. Prazos e Política de Troca e Devolução bem esclarecidos

Como o dropshipping é uma modalidade que os próprios consumidores não conhecem tanto, você precisa explicá-los, de uma maneira clara e objetiva, como que esse modelo de negócio funciona.

07:25 - 5. Acompanhamento de todos os pedidos

Acompanhe, do começo ao fim, todos os pedidos que estão sendo feitos na sua loja virtual. Para isso, crie uma rotina na qual, todos os dias, você tire alguns minutos para checar como estão indo essas entregas.

07:46 - 6. Bom atendimento ao cliente

Converse sempre utilizando a linguagem do seu cliente. Isso, além de gerar mais proximidade e conexão, vai te ajudar a vender muito mais na sua loja virtual.

Como vender mais na minha Loja Virtual? Como vender mais todos os dias? Faço várias ações de divulgação mais não consigo saber como vender mais na minha Loja virtual. Nessa aula Rafael Souza fala dos 10 Passo Definitivos e Garantidos de como vender mais na loja virtual a partir de Hoje. Se você seguir cada um desses passos com certeza você vai aprender como vender mais na sua loja virtual e escalar os resultados do seu e-commerce. Atualmente mais de 85% das Lojas virtuais ativas no mercado não sabem como vender mais. A grande maioria das loja não consegue fazer nem 10 pedidos no mês. Essa estatística comprova que a maioria das pessoas que começam uma loja virtual não dedicam tempo e energia suficientes para aprender como vender mais no e-commerce. Para você aprender como vender mais na sua loja virtual, é necessário entender exatamente cada um desses 10 Pontos, responsáveis por fazer sua loja virtual se tornar uma máquina de vendas, ou caso você não aplique com muito cuidado e dedicação cada um desses 10 pontos de como vender mais na sua loja virtual, infelizmente não alcançará o sucesso.

Aperte o play e confira o conteúdo até o final.

1:00 Muita gente não quer que você saiba disso

1:23 O que é Copywriting 2:02 Onde aplicar Copywriting?

2:46 Como surgiu o Copywriting?

3:58 Diferença entre Copywriting e Copyright

6:12 Para quem o Copywriter trabalha?

6:37 Você não precisa disso para ser Copywriter

7:50 O que é preciso para ser Copywriter?

8:13 Ferramentas de trabalho do Copywriter

10:08 Elementos de uma Copy profissional

15:27 Tipos de Lead de uma Copy

Christopher Neiverth, Head de Digital - Allomni, esteve no Congresso E-Commerce Brasil Santa Catarina para falar sobre 'Funil de vendas para e-commerce: do planejamento a execução. Confira como foi a palestra!